Páginas

segunda-feira, 20 de julho de 2015

CAMBIRA - "Comunidade do Sete de Maio recebe Salão Comunitário"

Antes da inauguração uma missa foi celebrada pelo Padre Leandro, um filho da terra, que concidentemente está de férias e visita a família.
CAMBIRA NOTICIAS - A população do Distrito do Sete de Maio no município de Cambira recebeu nesse sábado (18), da atual administração, completamente concluído o Salão Comunitário. Antes da inauguração uma missa foi celebrada pelo Padre Leandro, um filho da terra, que concidentemente está de férias e visita a família. O religioso pediu que a população aproveite ao máximo o salão, inclusive em ações de evangelização. A presidente da Câmara Márcia Viscardi também esteve presente e garantiu ao vereador “Carlinhos”, representante da comunidade, agilidade no processo de votação do projeto do asfalto para a localidade. O vice-prefeito Francisco Tomasi destacou a importância da parceria com o Atlético Paranaense, onde famílias do Sete de Maio também serão beneficiadas, no intuito de tirar as crianças das ruas, da obsessão pela internet e de um possível envolvimento com drogas. O vereador José Carlos falou emocionado da saudosa Dulcinéia, cidadã cambirense, comprometida com a comunidade e querida pela sociedade, homenageada que deu nome ao salão. E afirmou que sempre vai defender, de unhas e dentes sua comunidade. O vereador chamou a atenção dos moradores da localidade para alguns colegas da Câmara que afirmam gostar do Distrito, mas que lá só vão para pedir votos, pois nem na entrega de uma obra de tão importância, se dão o trabalho de aparecer. Na ocasião o prefeito Maurílio dos Santos aproveitou para agradecer o apoio recebido nas eleições de janeiro e fez um desabafo em relação às críticas que ele e seu vice-prefeito Francisco Tomasi vêm recebendo da oposição. Maurílio também falou de outras benfeitorias em andamento para a localidade, como a nova rede de água e projeto do asfalto que será voltado na Câmara no início de agosto, quando terminar o recesso. O prefeito ainda lembrou que a obra teve início na gestão da ex-prefeita Neuza Belini e da contribuição da Câmara de Vereadores da época.