sexta-feira, 10 de julho de 2015

Tufão Chan Hom fere 19 em sua passagem pelo sudoeste do Japão

Rajadas de vento alcançaram 180 km/h em Okinawa.
Alerta vale para esta sexta; ondas podem chegar a 12 metros em Okinawa.
Imagem de satélite mostra a tempestade tropical ‘Linfa’ (à esquerda), e o tufão ‘Chan Hom’ (à direita), ao sul de Okinawa, no Japão (Foto: NOAA / via AP Photo)Imagem de satélite mostra a tempestade tropical ‘Linfa’ (à esquerda), e o tufão ‘Chan Hom’ (à direita), ao sul de Okinawa, no Japão (Foto: NOAA / via AP Photo)

Os fortes ventos do tufão "Chan Hom" deixaram 19 pessoas feridas nesta sexta-feira (10) na ilha de Okinawa, em sua passagem pelo sudoeste do Japão, informou a emissora "NHK".
Todos os feridos sofreram quedas provocadas pelas fortes rajadas de vento e com as grandes ondulações provocadas pela tempestade.
O Chan Hom registrou rajadas de 110 km/h ao nordeste das ilhas Miyako, que ficam a sudoeste do arquipélago principal do Japão, e alcançou os 180 km/h em uma das localidades da província de Okinawa, segundo dados da Agência Meteorológica do Japão.
No total, 15.700 imóveis ficaram sem luz na província, de acordo com a companhia elétrica local Okinawa Electric Power. Além disso, mais de 100 voos na região foram cancelados, segundo a NHK.
O tufão, o nono da temporada 2015 no Oceano Pacífico, se desloca a cerca de 25 km/h na direção noroeste rumo à China. O ar úmido do tufão e uma frente estacionária estão levando chuva para outras partes do país.
As ruas de uma cidade da ilha de Kyushu, no sul do arquipélago japonês, ficaram completamente alagadas depois que choveu 56 milímetros em uma hora.
Além disso, no oeste da província de Tokushima, foram registrados 91 milímetros de chuva por hora no início desta sexta, e 81 milímetros por hora na vizinha Kochi.
A Agência Meteorológica do Japão mantém o alerta para essa sexta por ventos de até 144 km/h e rajadas que podem chegar a 216 km/h. Em Okinawa, as ondas podem superar os 12 metros de altura. Já na região de Amami há risco de deslizamentos de terra e inundações.
A previsão é que as chuvas continuem na manhã do sábado (11), registrando até 200 milímetros por hora em algumas zonas das regiões de Okinawa e Amami.