terça-feira, 24 de maio de 2016

ALERTA - "ARTIGO 172 DO CÓDIGO DE TRÂNSITO"

Atirar lixo do carro é infração grave e gera multa
Pouca gente sabe, mas jogar lixo nas ruas e estradas, ou atirar objetos do veículo, é infração média, prevista no artigo 172 do Código de Trânsito Brasileiro. O condutor recebe multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira. O assunto é abordado neste sábado (21) pelo Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), na campanha “31 Dias para mudar o trânsito” para o Maio Amarelo. A ação pode causar acidentes e prejudicar os demais motoristas. “Se o objeto atirado atinge um motociclista ou o carro que vem logo atrás, o risco de acidentes é grande. A moto pode perder equilíbrio, o motorista do carro pode se assustar e virar o volante ou ter a visão prejudicada, caso o objeto atinja o para-brisa, por exemplo”, adverte o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. A estudante Andreza Rossini passou por um susto quando o veículo da frente arremessou lixo pela janela. “Estava voltando da faculdade com meu namorado, chovia muito, e os vidros estavam embasados. De repente, um saco plástico grudou no vidro da frente. Ele ficou desesperado, não estava enxergando nada. A sorte é que estávamos devagar, ele conseguiu sinalizar e parar no acostamento. Desci do carro e retirei o plástico. Poderíamos ter sofrido consequências graves por causa de algo que parece tão banal”, recorda. Além da preocupação com a segurança nas estradas, atirar lixo do carro prejudica a natureza e entope esgotos e canais de escoamento de chuva. Os objetos mais comuns nas vias, como cascas de frutas e papel, levam de dois a 12 meses para se decompor. Os chicletes duram cinco anos; as latas de alumínio, de 200 a 400 anos; e as garrafas de vidros podem durar até um milhão de anos. O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) criou uma estratégia diferente para chamar a atenção para a prevenção de acidentes e redução do número de vítimas no trânsito. Como parte das ações do movimento Maio Amarelo, a autarquia criou 31 pequenas campanhas publicitárias, com duração de um dia cada uma, sobre atitudes que podem fazer a diferença. Informações do Portal A Rede.