terça-feira, 6 de junho de 2017

Emissoras de rádio paranaenses AM migram para a frequência FM

O governador Beto Richa e o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assinaram nesta segunda-feira (05), no Palácio Iguaçu, o termo de adaptação de outorgas que permite a migração de emissoras de rádio AM para a faixa FM. O Paraná é o quinto estado a participar do mutirão de migração promovido pelo Ministério. Nesta etapa, 45 emissoras paranaenses farão a mudança, de um total de 161 que fizeram o pedido. Para o governador Beto Richa, a migração da frequência AM para a faixa FM vai garantir a modernização das rádios. “Essas mudanças vão promover mais qualidade e eficiência para o rádio, que é o veículo de comunicação mais democrático que existe, já que todos podem ouvir, independente do nível social”, disse. “Ao melhorar as condições da imprensa, nós também ajudamos a fortalecer a nossa jovem democracia”, acrescentou. LINHA DE CRÉDITO – Richa também lembrou que o Governo Estadual disponibilizou uma linha de crédito da Fomento Paraná, no valor de R$ 10 milhões, para custear o investimento das emissoras em equipamentos e reforma na estrutura física para a transmissão do sinal em FM. Os recursos são da linha Banco do Empreendedor Micro e Pequenas Empresas. “Com esta linha, garantimos que todas as rádios tenham recursos para essa migração e condições financeiras de modernizar seus equipamentos”, disse o governador. A mudança de faixa é uma reivindicação das emissoras AM de todo o País, que sofrem com a perda de qualidade do sinal, queda da audiência e do faturamento. A meta do governo federal é promover, até o final deste ano, a migração de 1,5 mil rádios em todo o Brasil. “Hoje, o Paraná é um dos estados que compareceram com o maior número de rádios que foram promovidas para a frequência FM”, disse o ministro Gilberto Kassab. Além do Paraná, o ministrou promoveu migrações em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Goiás e Tocantins.