sexta-feira, 22 de maio de 2015

Fiocruz procura voluntários para testar injeção que previne contra HIV


  Um remédio injetável que previne contra o HIV será testado no Brasil neste ano pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), no Rio de Janeiro (RJ). A fundação procura 20 voluntários para testar o medicamento que será aplicado a cada três meses, com acompanhamento médico por dois anos. A pesquisa será realizada simultaneamente em dois países da África: África do Sul e Maláui e nos Estados Unidos.
O remédio cabotegravir, conhecida pela sigla GSK1265744, é um antirretroviral que mostrou resultados positivos em testes conduzidos para tratamento da aids, e agora terá seu potencial testado para a prevenção da infecção pelo HIV. Pesquisas recentes com macacos mostraram eficácia significativa na prevenção contra o vírus. 

  A Fiocruz procura homens e mulheres, de 18 a 65 anos, não infectados pelo HIV e com baixo risco de contrair o vírus - entre elas, pessoas que fazem sexo com preservativo ou que se relacionam somente com um parceiro não infectado - para serem voluntários no estudo clínico intitulado HPTN077. Pessoas que contraíram hepatites B e C ou que fazem sexo sem preservativo com mais de um parceiro não poderão participar.
Os candidatos serão divididos em dois grupos, um que receberá as injeções e outro que receberá um placebo. Nenhum deles saberá o que está tomando.
"Primeiro precisamos saber se as pessoas saudáveis aceitam bem as injeções porque é uma substância que fica até um ano circulando no corpo. A injeção não causa risco de contrair o HIV. O risco surge só se a pessoa tiver uma exposição de risco durante o sexo", afirma Sandra Wagner Cardoso, pesquisadora do Laboratório de Pesquisa Clínica em HIV e aids do Instituto Nacional de Infectologia, da Fiocruz, e uma das responsáveis pelo estudo clínico.
Indivíduos cujo risco de contrair o HIV é considerado alto participarão dos testes somente na próxima fase do estudo, que vai verificar a eficácia do medicamento contra o vírus. Na atual fase, será analisada a forma como a droga age para combater o vírus de acordo com o sexo e a idade.

  "Não podemos incluir pessoas que correm o risco de contrair HIV agora porque elas estarão expostas a uma substância por um tempo, mas depois a proteção delas cai. Outra questão é que elas podem estar tomando o placebo e achando que estão protegidas, mas não estarão", diz Cardoso.

Mais uma forma de prevenção

A injeção não é o primeiro medicamento preventivo contra o HIV sendo testado. O Brasil já faz testes com o remédio Truvada, um antirretroviral tomado em comprimidos, que mostrou eficácia de quase 100% contra a infecção pelo vírus. No projeto "PrEP Brasil", também protagonizado pela Fiocruz, 500 homens que têm comportamento de risco de exposição ao vírus vão tomar o Truvada diariamente e serão analisados por um ano.
O GSK1265744 é considerado mais uma forma promissora de PrEP (profilaxia pré-exposição), mas, diferentemente do Truvada, sua eficácia ainda será comprovada em humanos, ressalta a pesquisadora da Fiocruz.

 "O GSK1265744 é uma classe de antirretroviral diferente do Truvada porque atua em um momento diferente da multiplicação. Ele só poderá ser considerado mais uma forma de prevenção depois dos testes, mas com o diferencial de ter uma formulação que permite uma injeção a cada três meses, semelhante a uma injeção de anticoncepcional", afirma Cardoso.
Assim como a pesquisa com o Truvada, o teste do medicamento injetável no Brasil ajudará os cientistas da Fiocruz a descobrir se a droga será bem aceita no país.

Campanha de vacinação contra a gripe atingiu 38% da meta

 
 Às vésperas do fim da campanha nacional de vacinação contra a gripe, 19 milhões de pessoas foram vacinadas no país. O número representa 38,6% do público-alvo formado por 49,7 milhões de vulneráveis às complicações da gripe. A meta estipulada pelo governo é imunizar 80% das pessoas deste grupo. O fim da campanha está marcado para essa sexta-feira (22). São Paulo já decidiu prorrogar o prazo no Estado.

A vacina está disponível para crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população e trabalhadores do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.

Segundo o Ministério da Saúde, que disponibilizou 54 milhões de doses para todos os Estados e o Distrito Federal, a vacina é segura e previne casos graves da doença.



A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). O período de maior circulação da gripe vai de final de maio a agosto. A após da administração da dose, o corpo leva de duas a três semanas para gerar as proteções contra a gripe.

Mães recentes e idosos aderem mais

Dentre os grupos prioritários à vacinação, a maior cobertura foi entre as mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias, que receberam 193.753 doses, e atingiram 54,15% de cobertura.
Os idosos, com 60 anos ou mais, atingiram 43,28% de cobertura, chegando a 9 milhões de pessoas vacinadas.
Entre as crianças de seis meses a menores de cinco anos, 4,8 milhões receberam a vacina e alcançaram uma cobertura de 37,9%.

Nas gestantes foram aplicadas 802,3 mil doses, o que representa 36,86% de adesão, e, entre os trabalhadores de saúde, 1,3 milhão receberam a dose, número equivalente a 32,91% de cobertura.
Com 174,6 mil doses aplicadas, 28,8% dos indígenas foram vacinados.  Também foram aplicadas 2,8 milhões de doses nos grupos de pessoas com alguma doença crônica, população e trabalhadores do sistema prisional.

"Essa é uma vacina muito importante para a saúde da população, pois ajuda a reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza. Portanto, as pessoas que são integrantes do grupo prioritário devem procurar um dos postos de vacinação para fazer a prevenção contra gripe", afirma o secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Antônio Nardi.

Governo anuncia corte de R$ 69 bilhões no Orçamento nesta sexta

 O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, havia proposto corte de R$ 80 bilhões

Corte orçamentário não vai paralisar governo, afirma Dilma

Governo anunciará nesta sexta-feira corte no Orçamento 2015.
Presidente não antecipou valor, mas disse que será 'adequado'.

  A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira (21) durante entrevista no Palácio do Planalto que o governo não vai parar devido ao corte orçamentário a ser anunciado nesta sexta (22).

 Segundo estimou o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, o corte no Orçamento 2105 da União ficará entre R$ 70 bilhões e R$ 80 bilhões. O Orçamento deste ano prevê receita líquida de R$ 1,2 trilhão (21,9% do PIB) e despesas primárias totais – sem contar gastos com juros e amortização da dívida – de R$ 1,1 trilhão (20,9% do PIB).

"Nenhum contingenciamento vai paralisar o governo", declarou a presidente após encontro com o colega uruguaio, Tabaré Vázquez. Segundo ela, o bloqueio de recursos é como uma economia feita em casa para se pagar contas.

Dilma não quis antecipar qual será o tamanho do corte, mas reafirmou que será "adequado".

“O governo fará na sexta o anúncio sobre seu contingenciamento. Tem gente que acha que o  contingencimento do governo vai ser pequeno. Não vai. Vai ser um contingenciamento, e dou o conceito, não o número: não tão grande que não seja necessário nem tão pequeno que não seja efetivo, que não provoque nada. Tem de ser absolutamente adequado. Nenhum contingenciamento paralisa governo. O governo gasta menos em alguma coisa. É isso”, disse a presidente.

Dilma defendeu a aprovação pelo Congresso das duas medidas provisórias e do projeto de lei enviados pelo governo para realizar o ajuste fiscal destinado a reequilbrar as contas públicas. A MP 664 restringe o acesso à pensão por morte e a 665, ao seguro-desemprego, ao abono salarial e ao seguro-defeso. O projeto de lei reduz as desonerações fiscais concedidas pelo governo em anos anteriores a diferentes setores da economia.

A presidente justificou a necessidade da adoção das medidas contidas nas MPs e no projeto de lei. Segundo ela, a crise internacional entrou no oitavo ano, e o Brasil esgotou os instrumentos empregados pelo governo para combatê-la – subsídios, expansão do crédito e desonerações.

"Tem um limite. Agora, temos de recompor nossas contas fiscais com essas duas MPs e o PL", declarou.

Embora defendendo a aprovação das medidas pelo Congresso, Dilma afirmou que não pode fazer prognósticos em relação à decisão dos parlamentares porque "tem de se respeitar a discussão".

“Se vocês [jornalistas] me perguntarem o seguinte: 'o que você quer?' Eu digo: 'quero a aprovação, eu espero a aprovação'. Por quê?  Porque, para o Brasil virar esta página, é fundamental que nós façamos um ajuste”, concluiu.

Questionada sobre uma manifestação do senador petista Lindbergh Farias (RJ), que sugeriu a demissão do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, a presidente afirmou que as pessoas podem pensar diferentes porque o país é democrático.

"Eu não tenho a mesma posição sobre o ministro Joaquim Levy que o senador. O Joaquim Levy é da minha confiança e fica no governo", declarou.

Lindbergh Farias é um dos dois senadores do PT – o outro é Paulo Paim (RS) – que, ao lado de outros nove senadores de diferentes partidos, anunciaram nesta quarta que votarão contra a MP 665, do seguro-desemprego. A MP já foi votada na Câmara e teve a apreciação no Senado adiada para a próxima terça-feira.

Mercosul e União Europeia
 Após encontro com o presidente uruguaio, Dilma fez uma declaração oficial na qual afirmou que é preciso “aperfeiçoar” o Mercosul, bloco econômico formado por Brasil, Uruguai, Paraguai, Argentina e Venezuela. Ela disse ainda que o grupo precisa “avançar cada vez mais”.

Para a presidente o bloco é “ambicioso” quanto ao processo de integração dos países que o compõem e conseguiu nos últimos anos resultados “bastante expressivos”. Dilma destacou o fluxo comercial entre os países do bloco e afirmou que em 2014 as exportações e importações entre os países somaram no ano passado US$ 52 bilhões.

Ela também citou a proposta de acordo entre o Mercosul e a União Europeia, que está em fase de elaboração das propostas comerciais. “Eu gostaria de destacar ainda o acordo com a União Europeia como sendo um dos passos estratégicos na área de comércio internacional da região. Fazer o acordo entre o Mercosul e a União Europeia ainda este ano é a prioridade da agenda externa do bloco”, concluiu.
  

RICHA DIZ QUE PM FOI ATACADA EM PROTESTO NO PR

Durante troca de comando, Richa defende atuação da PM em confronto

Governador participou da substituição do comandante-geral, nesta quinta.
'Os soldados da PM foram agredidos e atacados por grupos radicais', disse.

 Novo comandante assume com a promessa de transformar a PM em uma polícia comunitária (Foto: Orlando Kissner/ANPr) 

 O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), defendeu novamente, nesta quinta-feira (21), a atuação dos policiais militares que estavam na batalha do dia 29 de abril, contra professores e servidores estaduais de outras categorias. Eles protestavam contra a mudança da gestão financeira da previdência estadual. O projeto de lei que faria a alteração estava em votação na Assembleia Legislativa.

 Segundo o governador, os policiais foram vítimas de "grupos radicais". O confronto deixou mais de 200 feridos entre os manifestantes. De acordo com o governo, 20 policiais também ficaram machucados. “Os soldados da PM foram agredidos e atacados por grupos radicais que não estavam no Centro Cívico para protestar pacificamente, mas para invadir a Assembleia Legislativa que, constitucionalmente, é uma área inviolável”, disse.

 A fala de Richa aconteceu durante a cerimônia da troca de comando da Polícia Militar. Após o confronto, o então comandante, coronel César Vinícius Kogut, deixou o cargo, alegando incompatibilidade com a gestão da Secretaria de Segurança Pública, comandada à época pelo deputado Fernando Francischini. Um dia depois do pedido de Kogut para deixar o comando-geral, Francischini também acabou deixando a secretaria.

 No lugar de Kogut, o coronel Maurício Tortato acabou assumindo as funções, com a promessa de trabalhar para que a Polícia Militar atue de forma comunitária. O novo comandante-geral está na corporação desde 1985 e já comandou o 17º Batalhão da PM, em São José dos Pinhais. Atuou ainda na Diretoria de Apoio Logístico, foi chefe do Estado-Maior da PM e responsável pela Corregedoria da Polícia Militar. Antes de ir para o comando, ele era diretor-geral da Secretaria de Segurança Pública.

 A cerimônia teve ainda a participação do secretário interino de Segurança Pública, Wagner Mesquita, e de políticos, como o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (DEM) e do líder do governo na Casa, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB).

Governo deve subir tributo dos bancos

 

Medida Provisória deve elevar CSLL das instituições financeiras.
Decisão deverá ser publicada no 'Diário Oficial da União' desta sexta.

 Medida Provisória que deverá ser publicada no “Diário Oficial da União” desta sexta-feira (22) eleva a Contribuição Social Sobre Lucro Líquido (CSLL) dos bancos de 15% para 20%. A expectativa do governo é de arrecadar mais R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões por ano com a alta do tributo.

  Mais cedo nesta quarta-feira (21), a Receita Federal já havia alertado que o governo poderia elevar mais tributos para compensar a perda de arrecadação com a mudanças nas medidas ao ajuste fiscal que já aconteceram.

  "Se esses efeitos esperados [com os aumentos de tributos já feitos em 2015] não forem produzidos, haverá necessidade de novas medidas para complementar o ajuste fiscal na área tributária. Pode ser redução de desoneração ou elevação de tributo", declarou o chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita Federal, Claudemir Malaquias.

 A medida também atende ao pedido de partidos da base aliada. Nesta semana, durante encontro com a bancada do PMDB no Congresso Nacional, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, ouviu a reclamação de que só o trabalhador estava pagando pelo ajuste fiscal, e foi questionado porque o governo não aumentava a tributação incidente sobre as instituições financeiras. Levy se limitou a informar, na ocasião, que o governo consideraria o assunto.

O aumento da tributação dos bancos, que deverá ser anunciado nesta sexta-feira, faz parte da estratégia de reequilibrar as contas públicas para tentar estimular a confiança dos empresários e evitar um rebaixamento da nota brasileira pelas agências de classificação de risco.
Medidas já adotadas
Nos últimos meses, o governo já anunciou uma série de medidas para melhorar a arrecadação e o resultado das contas públicas - que registraram déficit primário (receitas menos despesas sem inclusão de juros) inédito em 2014.

Já foi elevado o IPI para automóveis no início deste ano, e também foram aumentados os tributos sobre a gasolina, sobre as operações de crédito, sobre os cosméticos, as exportações de manufaturados, sobre produtos importados e sobre as receitas financeiras das empresas.
O objetivo da equipe econômica é tentar atingir uma meta de superávit primário (economia para pagar juros da dívida pública) para o setor público (governo, estados, municípios e empresas estatais) de 1,2% do PIB para 2015 e de pelo menos 2% do PIB para 2016 e 2017. Para 2015, o esforço fiscal equivale a uma economia de R$ 66,3 bilhões para o setor público.

  Além do aumento de impostos, a nova equipe econômica já anunciou mudanças nos benefícios sociais, como seguro-desemprego, auxílio-doença, abono salarial e pensão por morte, além de aumento da tributação sobre a folha de pagamentos - que ainda têm de passar pelo crivo do Congresso Nacional.
Recentemente, no Congresso Nacional, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, informou que as alterações feitas pelo Legislativo, até então, nas Medidas Provisórias 664 e 665 - que tratam de mudanças no seguro-desemprego, abono salarial, pensão por morte e auxílio-doença, entre outros - já reduziram a economia prevista pelo governo entre R$ 3 bilhões e R$ 3,5 bilhões.
Inicialmente, a estimativa era que a limitação nos benefíicios poderia gerar uma economia nos gastos obrigatórios de R$ 18 bilhões por ano. Com as mudanças, fruto de acordo com o governo federal no Congresso, a economia será menor: de R$ 14,5 bilhões a R$ 15 bilhões por ano, segundo cálculos divulgados pelo ministro do Planejamento.

Lucro dos bancos
  Em um cenário de juros altos, os principais bancos do país têm registrado aumento no seu lucro nos primeiros meses deste ano.
Atualmente, para tentar conter a inflação, a taxa básica de juros do país está em 13,25% ao ano – o que representa os juros reais (calculados após o abatimento da inflação prevista para os próximos 12 meses) mais altos do mundo.
O Bradesco, por exemplo, encerrou o primeiro trimestre de 2015 com lucro líquido contábil de R$ 4,24 bilhões, um crescimento de 6,3% com relação ao resultado do quarto trimestre de 2014 e de 23,3% frente ao mesmo período do ano anterior.
O Banco do Brasil, maior banco do país em ativos, anunciou recentemente que teve lucro líquido de R$ 5,818 bilhões no primeiro trimestre, alta de 117,3% ante igual período de 2014.
Já o Itaú-Unibanco registrou lucro líquido contábil de R$ 4,419 bilhões no primeiro trimestre deste ano. Foi registrado crescimento de 27,3% sobre os R$ 3,472 bilhões do primeiro trimestre de 2013.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

FAXINAL - "Adilson Silva Lino, anuncia reajuste para professores e servidores"

O ajuste é com base no que determina o Piso Nacional, mesmo com dificuldades, Faxinal vem cumprindo suas obrigações
O Prefeito, disse em entrevista na Radio Club de Faxinal, que esta encaminhando para a Câmara Municipal, projeto que reajusta os salários de professores em 13,01%. E de servidores municipais em 6,06%. Segundo Lino, o ajuste é com base no que determina o Piso Nacional, mesmo com dificuldades, Faxinal vem cumprindo suas obrigações, ainda comentou sobre as obras contratadas e as dificuldades e transtornos enfrentados por causa da greve dos governos, tanto Federal e Estadual, mas que tudo esta se encaminhando para ser resolvido. Informações do portal Faxinal Noticias.

COLUNA SOCIAL - "ANIVERSÁRIO DA PRINCESA IZABELI"

Uma linda princesa chamada "IZABELI CRISTINA SONEGO DO PRRADO", de Borrazópolis, completou aniversário no dia 19 de maio de 2015, mas não foi um simples aniversário, ou seja, foi a comemoração dos seus mágicos 15 anos. Linda, simpática, inteligente, e muito educada, ela é o xodó de seus pais, que decidiram proporcionar uma homenagem especial na ZAP PIZZARI. No evento estavam seus amigos, familiares e convidados especiais, e o que não faltou foi descontração e alegria para marcar este dia inesquecível. Nesta data especial, os pais “Paulinho” e Karen, além do irmão Carlos Henrique, demais amigos, e familiares lhe desejam toda a felicidade deste mundo... Parabéns !!

MANDAGUARI - Adolescente confessa que matou o conhecido "Cidinho"

Garoto de 17 anos diz que agiu sozinho no homicídio, um outro rapaz também foi preso
PORTAL AGORA - Um adolescente de 17 anos confessou ter matado Aparecido dos Santos de 53 anos na terça-feira (19), na Rua Pedro Vignoto, no Jardim Boa Vista. O garoto foi apreendido na manhã desta quinta-feira (21), através de uma operação que contou com 20 policiais – civis e militares – de Mandaguari e Marialva, que aconteceu na cidade. Um homem também foi preso, suspeito de envolvimento no crime. Na ação policial foram apreendidos: um revolver calibre 38 com resíduos de pólvora, possivelmente utilizado recentemente; cinco munições; dois rádios comunidades e celulares. De acordo com informações, o adolescente já tem passagens por tentativa de homícidio e tráfico de drogas.

JARDIM ALEGRE - "Adolescente com moto tenta fugir de abordagem e atropela policial"

O soldado Cristiano Gomes, foi encaminhado ao hospital de  Ivaiporã
TRIBUNA DO NORTE (IVAN MALDONADO) - Um adolescente de 17 anos foi apreendido na madrugada desta quinta-feira (21), na estrada rural de acesso ao distrito de Barra Preta, em Jardim Alegre. Ele foi flagrado pilotando uma moto Honda Titan 125 acompanhado de outro adolescente de 16 anos. Ao tentar se evadir da abordagem policial, o piloto atropelou o soldado Cristiano Gomes da Fonte, 26 anos. O policial foi encaminhado pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital e Maternidade Ivaiporã com suspeitas de fratura no braço e perna esquerda. Segundo informações da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar (6ª CIPM), a equipe fazia patrulhamento na cidade próximo à caixa d’água quando avistou uma motocicleta em atitude suspeita em uma reta de aproximadamente 200 metros. A equipe então desembarcou para fazer a abordagem, e o piloto ao tentar se evadir avançou com a motocicleta sobre o soldado Gomes. O piloto teve escoriações no rosto e foi atendido no hospital municipal de Jardim Alegre, o carona não teve ferimentos. Após a colisão, o piloto tentou levantar a motocicleta e continuar com a tentativa de fuga, mas foi contido pela equipe. Por volta das 8 horas, Gomes continuava internado no Hospital e Maternidade Ivaiporã, onde passaria por exames.

BORRAZÓPOLIS - "REUNIÃO REGIONAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES"

SENADORA DA REPÚBLICA GLEISE HOFFMAN E O DEPUTADO FEDERAL ÊNIO VERRI ESTARÃO NA CIDADE NESTE SÁBADO (23/05)
Já está confirmado para este sábado 23 de maio de 2015, a reunião regional do PT (Partido dos Trabalhadores) em Borrazópolis. Conforme as informações repassadas pelo presidente municipal do partido Sebastião Rodrigues Gomes o “Tiãozinho”, o encontro está programado para ás 09:00 da manhã, no salão do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, e já confirmaram presença a senadora da república e ex – ministra chefe da casa civil GLEISE HOFFMAN, além do deputado federal ÊNIO VERRI. “Todos os nossos amigos da comunidade estão convidados a participar” afirmou Tiãozinho. Em entrevista a rádio Colina do Vale FM, o vereador Marcos Piva o “Marquinhos” ressaltou que o deputado também estará trazendo novidades para o município. “Vamos debater diversos assuntos referentes aos municípios, e aproveitar a oportunidade para expor nossas reinvindicações” finalizou Marquinhos. O ex – prefeito Padre Osvaldo campos de Almeida, além do prefeito Adilson Lucchetti o “Didi” também estará participando, além de demais vereadores e deputados que devem confirmar presença. O convite é aberto para toda a comunidade.

BOM SUCESSO - "BANDIDOS PRESOS APÓS ROUBO AOS CORREIOS"

 Dentro do Veículo foi encontrado R$18.332,80 uma balança do correio, e demais objetos. Eficiente trabalho em conjunto da PM na madrugada desta quinta - feira (21/05)

 REPÓRTER ANDRÉ AMARAL - Um bom trabalho da Polícia Militar na madrugada dessa quinta-feira(20) tirou de circulação quatro bandidos após roubar a agência do correio e a lotérica de Bom Sucesso,Lucas Manuel de Carvalho,Diego Silva Bernardes,Danilo dos Santos e Cleverson Matos da Silva. Os elementos que são da cidade de Londrina e já tem passagens pela policia empreenderam fuga em um Celta de cor vermelha com placas ALW9783 de Florestópolis sentido a Jandaia, a viatura de Bom Sucesso com apoio de São Pedro do Ivaí,Marumbi, Jandaia do Sul,Cambira, Mandaguari e Apucarana realizaram um bloqueio no trevo próximo ao Hospital Regional de Jandaia aonde realizaram a prisão dos elementos. Dentro do veiculo foi encontrado o dinheiro do roubo a quantia de R$18.332,80 uma balança do correio,lanternas,pé de cabra e duas toucas. Nossa equipe acompanhou o momento da prisão dos elementos do brilhante trabalho realizado pelos policiais. Capitão Rangel,Tenente Petrelli e Aspirante Heitor falou com a nossa equipe. Equipes de Serviço: Jandaia do Sul: Sd De Lima,Sd Godas, plantão Sd Soares/ Bom Sucesso: Sd Ronerson/ Marumbi: Sd Messias/ Cambira: Sd Andrei/ Apucarana: Sd Jorge,Sd Julio,Asp Heitor e Sd Principato/ São Pedro do Ivaí: Joao Souza,Sd Emerson/ Mandaguari: Sd Andrade,Sd Rivelini. Informações e fotos do repórter André Amaral para o Blog do Wellyngton Jhonis.