Páginas

segunda-feira, 25 de abril de 2016

FAXINAL - "CONFUSÃO EM FRENTE AO STIKOPÉ"
Conforme relatos do boletim de ocorrência, encaminhado ao Blog do Wellyngton Jhonis, a PM recebeu diversas solicitações, onde davam conta que um indivíduo identificado inicialmente como Hugo, encontrava-se em frente a danceteria "STIKOPÉ", alterado, fazendo algazarra em via publica, no local o mesmo foi orientado pela equipe. Posto isso no mesmo local citado, por volta das 04hrs15min, o mesmo novamente incitando a violencia e desferia diversos tipos de frases desacatando a PM de Faxinal, dizendo que: “em faxinal só tinha policiais de merda, e que não tinha homem para prende-lo” e tambem desferia palavras de baixo calão contra varias pessoas que se encontravam em via publica; relatado ainda por testemunhas anonimas, que um homem, já teria se envolvido em uma vias de fato anteriormente com varias pessoas. No local a equipe deparou-se com o mesmo indivíduo, que ao perceber a presença da equipe falou em voz alta “que não tinha homem para prende-lo e que eram todos uns merda”, momento em que foi dada voz de prisão ao mesmo, este tentou resistir, momento em que diversas pessoas que se encontravam no local, interviram a fim de evitar a prisão do mesmo; sendo feito a solicitação de Apoio de outras viaturas da região; e que seu irmão, veio a segura-lo para retirar o mesmo do local, posto isso o homem, continuou a desacatar a equipe xingando de “porcos filhos da puta, vermes malditos, pilantras e que só são homens dentro das fardas e a todo momento ameaçava de morte a equipe, onde o mesmo veio a arremessar latas contra o Soldado tambem uma pedra contra o outo Soldado, o que causou ao Soldado uma lesão no dedo indicador direito, com hematoma visivel. Ainda neste momento, enquanto a equipe na tentativa de efetuar a prisão do mesmo, novamente, amigos do autor vieram a intervir na prisão do mesmo, sendo retirado novamente do local; e que após isso, o mesmo continuou a desferir ameaças contra o Soldado ; dizendo que iria mata-lo bem como iria fazer mal a família do referido policial, bem como tambem dizia que iria dar cabo a vida do policial; e tambem a incitar populares amigos seus presentes no local a investir e agredir contra a equipe momento em que o mesmo investiu novamente contra a equipe, sendo necessario o uso progressivo da força para conte-lo, sendo empregado o uso de tonfas para conte-lo, onde o mesmo veio a evadir, onde após alguns minutos a equipe recebeu uma solicitação dos atendentes do Hospital Municipal, relatando que o autor estaria no referido hospital desacatando os profissionais que se encontravam de plantão e que após dirigir palavras de baixo calão, o mesmo evadiu-se do local. As equipes iniciaram buscas, onde o mesmo foi avistado próximo ao hospital municipal, sendo dada voz de abordagem ao mesmo, este desobedeceu, evadindo para os fundos do estacionamento do hospital, momento em que a equipe logrou exito em aborda-lo e conte-lo sendo que o mesmo resistiu segurando pela farda o soldado, onde a equipe foi obrigada a fazer o uso do “Spray de Pimenta” e tambem uso de força moderada bem como uso de algemas; contudo imobilizado, o mesmo continuou a desacatar a equipe, bem como a equipe de Mauá da Serra e tambem a equipe de Borrazopolis. Sendo que o mesmo recusou-se a adentrar ao compartimento de presos desferindo chutes contra os policiais; sendo novamente necessario o uso da força para conter as agressões. Relata ainda que o mesmo encontrava-se com lesões devidos as vias de fatos anteriores a ocorrencia e que o mesmo se negou a receber atendimento medico da equipe medica do referido hospital. Posto isso o mesmo foi encaminhado ate a 53ª DRP de Faxinal, afim de que fossem tomadas as providencias cabíveis, bem como elaborados os documentos pertinentes quanto aos fatos.